Lula rejeita acordo para ser solto se não se candidatar

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi sondado sobre a possibilidade de
abandonar sua intenção de se candidatar ao Planalto este ano e em troca poderia
ser libertado da prisão em Curitiba.
A afirmação foi feita na noite desta sexta-feira por Fernando Haddad, ex-prefeito de
São Paulo e um dos coordenadores do programa de governo de Lula.
“Acenaram para o Lula com um acordo”, disse Haddad num ato do PT de
lançamento da pré-candidatura ao Planalto de Lula. Segundo ele, a proposta foi:
“Abre mão da sua candidatura que você sai da cadeia, que a gente liberta você”.
Haddad, cotado como um possível plano B do PT para a eleição presidencial deste
ano, não deu detalhes sobre essa proposta, sobre quem a teria feito e quando.
Segundo ele, o ex-presidente respondeu: “Me apresentem uma prova que eu abro
mão da minha candidatura”.
Fonte:
http://www.valor.com.br/politica/5582599/lula-rejeita-acordo-para-ser-solto-se-nao-se-candidatar-diz-haddad
1https://economia.uol.com.br/noticias/valor-online/2018/06/08/lula-rejeita-acordo-para-ser-solto-se-nao-se-candidatar-diz-haddad.htm
Resultado de imagem para lula e haddad
Anúncios

Filhas de militares recebem pensões que superam R$ 5 bilhões

Resultado de imagem para corrupção na ditadura militar

Até 2060 haverá mais de 110 mil filhas para receber

Pensões pagas às filhas de militares mortos, muitas delas casadas e em idade produtiva, custam aos cofres públicos mais de R$ 5 bilhões por ano, mais do que toda a receita previdenciária das Forças Armadas em 2017, que ainda resistem em apresentar dados detalhados sobre um dos benefícios mais polêmico.
Embora o benefício tenha sido extinto no fim de 2000, ele ainda poderá ser pago nas décadas seguintes. O Exército estima que, pelo menos até 2060, haverá filhas de militares com direito a pensão. Hoje, elas somam mais de 110 mil.

LEIA MAIS :

https://oglobo.globo.com/brasil/filhas-de-militares-recebem-pensoes-que-superam-5-bilhoes-22724085

https://oglobo.globo.com/brasil/pensoes-de-filhas-de-militares-superam-5-bilhoes-22723549

General Mourão diz que há aproveitadores pedindo intervenção militar

Resultado de imagem para general mourão TEMER

Antônio Mourão critica greve dos caminhoneiros e diz que há aproveitadores dos dois lados pedindo intervenção

O general da reserva Antônio Mourão afirmou que a população não pode se
tornar refém da greve dos caminhoneiros e que não concorda com uma ação
militar contra o governo federal para encerrar a crise política. Indagado se há
“aproveitadores” pedindo uma ação das Forças Armadas contra o governo, o
general disse que sim, “dos dois lados”.
“Tem gente que quer as Forças Armadas incendiando tudo. E a coisa não
pode ser assim, não pode ser desse jeito. Não concordo. Soluções dessa
natureza a gente sabe como começam e não sabe como terminam. Acho que a
coisa tem que ser organizada, concertada. Se o governo não tem condições de
governar, vai embora, renuncia. Antecipa as eleições, faz qualquer coisa, mas
sai do imobilismo dele”, disse o militar.
“A minha visão é o país. O Brasil não pode se rachar ao meio, ser destruído.”
O general disse que é necessário garantir os serviços essenciais no país. A
entrevista foi concedida à Folha neste domingo (27). Grupos de
manifestantes têm radicalizado o discurso por uma “intervenção militar”, um
eufemismo para golpe militar.
“Eu não defendo que o país entre no caos. O país não pode entrar no caos.
Não podemos aceitar o caos. Vai ser prejudicial para todos. A partir do
momento em que começar o caos, aí entra a violência. E não sabemos como
vai terminar isso. Tem que garantir os serviços essenciais. Você [greve] está
tornando a população refém. Tem pessoas com filhos em colégios que
amanhã não sabem se vão para a escola. É uma situação muito ruim”, disse
Mourão.

FONTE:

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/05/general-repudia-acao-militar-contra-governo-e-diz-que-populacao-se-torna-refem-da-greve.shtml

https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,exercito-destitui-general-que-criticou-governo-temer-do-cargo-de-secretario,70002114362

Liminar autoriza uso das Forças Armadas para retirar caminhoneiros

Resultado de imagem para caminhoneiros intervenção militar

RIO – Uma decisão liminar da 4ª Vara Federal de Niterói, expedida na tarde desta quinta, determinou a reintegração de posse do trecho da rodovia federal BR-101, sob gestão da concessionária Autopista Fluminense. O juiz federal William Douglas Resinente dos Santos decidiu pela desobstrução da via, ocupada por caminhoneiros grevistas que ocupam a via pelo 4º dia consecutivo. O magistrado determinou ainda que o Comando do Exército apoie a Polícia Rodoviária Federal no cumprimento da sentença.

A imagem pode conter: atividades ao ar livre

A decisão judicial atende a um requerimento de desobstrução da pista feito pela Autopista Fluminense, que administra 322km da BR – 101 entre a cidade de Niterói e a divisa do Rio de Janeiro com o Espírito Santo. As manifestações dos caminhoneiros têm acontecido especificamente no trevo da rodovia Niterói-Manilha e também na altura do município de Campo dos Goytacazes.

No texto da decisão, o juiz federal afirma que é ilegal invadir e bloquear o trânsito de uma rodovia federal. Ainda segundo a liminar, “o direito de ir e vir não pode ser obstado a pretexto de se buscar melhorias à classe representada”. Segundo o magistrado, manifestações devem ser “pautadas pela razoabilidade” e devem “observar as disposições legais e constitucionais atinentes à espécie”.

William Douglas Resinente dos Santos também pondera que “a manifestação de um grupo deve funcionar como demonstração de sua força, mobilização e reforço dos próprios argumentos”, mas classifica como insensível e egoísta a atitude de fechar ruas e avenidas.

Outras concessionárias de estradas privatizadas começam a recorrer à Justiça para tentar restabelecer o tráfego em suas vias. A CCR, que administra 3.265 quilômetros de rodovias entre os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Mato Grosso do Sul informa que obteve na Justiça liminares, denominadas interditos proibitórios, para sete concessões sob sua administração: Nova Dutra, AutoBan, ViaOeste, SP Vias, Rodoanelo, Rodo Norte e Renovias.

As liminares, que foram concedidas respectivamente pelas varas cíveis de cada um dos municípios onde as concessionárias têm sede, visam impedir que o fluxo de veículos seja interrompido nas rodovias”, diz a concessionaria em comunicado.

Os valores da multas, fixados pela Justiça e que devem ser aplicas pelas Polícias Rodoviárias estaduais e federal, variam de R$ 5 mil no caso de interdições no Sistema Anhanguera Imigrantes, que liga a capital paulista à região de Campinas, a até R$ 300 mil na Nova Dutra, entre Rio e São Paulo.

As liminares, explica a CCR, estabelecem multa para o caso de descumprimento da determinação, ou seja, aos caminhoneiros que insistirem em bloquear as estradas em questão.

*Estagiário sob supervisão de Lucianne Carneiro

Resultado de imagem para caminhoneiros intervenção militar

Resultado de imagem para caminhoneiros intervenção militar

FONTE:

https://extra.globo.com/noticias/economia/liminar-autoriza-uso-das-forcas-armadas-para-retirar-caminhoneiros-da-br-101-22712891.html

MST distribui refeição para caminhoneiros em greve

Militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) se uniram para apoiar a greve dos caminhoneiros na Dutra, em São Paulo, onde distribuíram comida aos motoristas

O quilômetro 204 da Rodovia Presidente Dutra, na altura de Seropédica, é um ponto de grande concentração de caminhoneiros no estado do Rio de Janeiro, na pista em direção a São Paulo.

Pelos cálculos dos manifestantes, são cerca de 2.000 veículos parados na beira da estrada e em um terreno de um posto de combustível. Mas, de acordo com o policial rodoviário federal Miranda, integrante de uma equipe da PRF que está fazendo vistoria no local, são pouco mais de 300 caminhões parados.

FONTE:

https://www.brasil247.com/pt/247/sp247/356062/MST-distribui-alimento-para-caminhoneiros-em-greve-na-Dutra.htm

Racionais MC’s entra na lista obrigatória da Unicamp

Resultado de imagem para mano brown suplicy

Essa é a primeira vez que um disco de música é recomendado para a prova

Uma das mais importantes instituições de ensino do país, a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) incluiu entre as obras de leitura obrigatória para o vestibular 2020 o álbum “Sobrevivendo no Inferno”, clássico dos Racionais MC’s. É a primeira vez que um disco de música é recomendado para a prova.

O grupo de rap está na categoria poesia ao lado de sonetos do português Luís de Camões e de “A Teus Pés”, primeiro e único livro lançado em vida pela poetisa carioca Ana Cristina Cesar, que já compunham o programa de 2019.

Entre as novidades do quadro de leitura também estão Júlia Lopes de Almeida (“A Falência”, na categoria romance) e Nelson Rodrigues (“A Cabra Vadia”, crônica). Ao todo 12 obras devem ser lidas para a prova.

Segundo a Unicamp, elas expressam “diferentes gêneros e extensões, de autores das literaturas brasileira e portuguesa” e “possuem relevância estética, cultural e pedagógica para a formação dos estudantes do ensino médio”.

Procurados pelo UOL, os Racionais comemoraram o reconhecimento. “‘Sobrevivendo no Inferno’ é um ótimo livro de história”, afirmou o DJ KL Jay.

CLÁSSICOS DO RAP

Lançado de forma independente em 1997, “Sobrevivendo no Inferno” é um dos discos mais emblemáticos do rap nacional. As letras, compostas por Mano Brown, Edi Rock e Ice Blue, retratam as vivências e anseios do jovem da periferia, passando por temas como a desigualdade social, a miséria, a fé e o racismo.

“Diário de um Detento” (baseado nos escritos do preso Jocenir, ex-detento do presídio do Carandiru, que descreve o massacre de 1992), “Fórmula Mágica da Paz” e “Mágico de Oz” são os grandes sucessos do álbum, quinto e o mais vendido da carreira do grupo paulistano, com 1,5 milhão de cópias.

Eleito o 14º melhor disco brasileiro pela revista “Rolling Stone”, “Sobrevivendo ao Inferno” foi escolhido em 2015 pela Prefeitura de São Paulo como presente para o papa Francisco.

FONTE:

https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2018/05/racionais-mcs-vira-leitura-obrigatoria-para-vestibular-da-unicamp.shtml

https://www.uai.com.br/app/noticia/mexerico/2018/05/23/noticias-mexerico,227764/rap-do-racionais-entra-na-lista-do-vestibular-da-unicamp.shtml