PM do Rio é a mais criminosa do país, diz pesquisa

Resultado de imagem para pm rio janeiro

Para Secretaria Nacional de Segurança, alta taxa de expulsão de policiais tem fortalecido milícias

Considerada a mais corrupta do país, com 30,2% dos casos de extorsão, segundo pesquisa exclusiva revelada ontem pelo jornal “Extra”, a Polícia Militar do Rio enfrenta o problema com uma alta taxa de expulsão de servidores, o que, nos últimos anos, tem contribuído para o crescimento de uma nova face da criminalidade: as milícias. A análise foi feita ontem pela secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, ao comentar o resultado da Pesquisa Nacional de Vitimização do Instituto Data Folha, encomendada pelo Ministério da Justiça e pelo Programa das Nações Unidas Para o Desenvolvimento.
— O número de policiais expulsos me preocupa porque as milícias do Rio cresceram muito por causa dessas expulsões de PMs. Tenho medo de ser mal interpretada. Não acho que a gente deva ficar com o policial de qualquer jeito. Não é isso. Toda polícia que deu certo no mundo passou por reestruturação. A corporação do Rio tem que ser reestruturada — defende a secretária.
Segundo o levantamento, o Rio tem o maior número de vítimas desse tipo de crime do que todos os estados da Região Sudeste somados, inclusive São Paulo, que tem a maior população e a maior corporação militar do país. A pesquisa ouviu 78 mil pessoas em 26 estados. Depois do Rio, São Paulo desponta com 18,2% dos casos de entrevistados que relataram ter sofrido extorsão e pagado propina a policiais.

Cabral reage à crítica

A crítica feita pela titular da Senasp se refere aos milhares de servidores expulsos das fileiras das polícias Militar e Civil do estado. De 2008 até o ano passado, 1.411 PMs e policiais civis foram expulsos no Rio. Ela chama a atenção para a ausência de uma política de recuperação do policial antes de expulsá-lo e de um acompanhamento social após a expulsão, o que poderia evitar que ele se tornasse, por exemplo, um miliciano:
— O cara não sabe fazer nada na vida a não ser atuar na polícia. O estado investe muito alto na formação desse policial e depois o expulsa.

O governador Sérgio Cabral rebateu as críticas de Regina Miki:

— Jamais houve um governo que combatesse a má conduta dentro das polícias como o nosso, com a punição e expulsão de centenas de policiais. Entretanto, não conheço no Brasil polícia mais corajosa para entrar na luta contra o crime organizado como a nossa.
O deputado Marcelo Freixo (PSOL), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alerj, também criticou a política de expulsões:
— Investe-se pouco na formação, na valorização e no controle. Quem investe pouco nisso acaba tendo que expulsar muito. O policial expulso não vai ser carteiro ou professor.
O titular da Corregedoria Geral Unificada, Giuseppe Vitagliano, afirma que a reforma ou a demissão de oficiais é mais lenta porque só pode ser feita por meio do Tribunal de Justiça. Às vezes, demora porque o número de processos é alarmante.
— A corrupção é incompatível com o exercício da atividade. O policial deve ser honesto por princípio.
Dos entrevistados pela pesquisa, 61,3% acreditam que os policiais militares fazem vista grossa para a corrupção de seus colegas. O maior índice de desconfiança foi registrado em Roraima (74,7%). O Estado do Rio vem em seguida, com 69,6%, e depois São Paulo (61,2%) e Minas (55,9%). As PMs do Rio, São Paulo, Minas e Espírito Santo, na Região Sudeste, têm 53,5% dos casos de extorsão.
Julita Lemgruber, ex-diretora do Departamento do Sistema Penitenciário, observou que o Rio tem história antiga e grave com a corrupção, mas estranhou a posição de Alagoas (12º lugar no ranking):
— Em alguns estados do Nordeste, como Alagoas, os níveis de corrupção na PM são muito altos.

Fonte: https://oglobo.globo.com/rio/pm-do-rio-a-mais-corrupta-do-pais-diz-pesquisa-8053956

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s