Mês: outubro 2017

Ração que Doria fez aos pobres seria transformada em Adubo

5.jpg

Chico Prado, de O Globo, finalmente, pega o rastro da tal Plataforma Sinergia, que João Doria Junior queria como produtora de sua “ração para pobre” e descobre que ela já tinha procurado a Prefeitura, na gestão Gilberto Kassab, para um projeto de reaproveitamento de alimentos.

Só que, em vez das bolotas de ração, o que ia ser produzido era “adubo para pequenos agricultores”.

Chico reproduz trecho do protocolo de intenções assinado entre a Sinergia e a Prefeitura:

“O protocolo de intenções é para melhorar o tratamento de resíduos gerados por estabelecimentos do setor de turismo, principalmente hotéis, restaurantes e bares (…). A parceria propõe a compostagem de resíduos orgânicos para a produção de adubos, que serão usados por pequenos agricultores”, diz trecho no D.O.”

Dias depois, a Sinergia – que, segundo a assessoria de Kassab, não teve “condições logísticas” de levar em frente o adubo – partiu para uma nova versão. Foi atrás de um vereador para vender outro destino para a reciclagem de alimentos inservíveis: a produção da tal ração humana.

O curioso é que o assunto continue sendo tratado com algum grau de seriedade. Até agora não apareceu a fábrica da Sinergia ou a que ela contratou para fazer seus “biscoitinhos”. Nem os responsáveis técnico-científicos pela ração, porque os integrantes da Sinergia são todos da área de marketing.

“A Plataforma Sinergia atua desde seu início em soluções ambientais e sociais de grande impacto e já realizou muitos eventos, parcerias e projetos. O projeto mencionado (de 2011) nada tem a ver com o projeto global de combate à fome, lançado em 2012”, explicou a empresária” Rosana Perroti ao jornal, em mensagem.

Projeto global de combate à fome, não é pouca coisa, não. Os caras não são capazes de mostrar um moedor de carne e falam que vão salvar o mundo!

E eu vendo bondes e a Torre Eiffel, tá?

FONTES:

http://www.tijolaco.com.br/blog/empresa-da-racao-doria-ia-fazer-adubo-para-prefeitura-de-sp/

Antes da farinata, empresa transformaria resíduos em adubo

https://oglobo.globo.com/brasil/empresa-da-farinata-fez-proposta-para-produzir-adubo-com-restos-de-comida-21999082

http://telepadi.folha.uol.com.br/joao-doria-volta-ser-personagem-zorra-agora-pela-racao-humana-distribuida-aos-pobres/

Anúncios

Temer é o presidente mais impopular do mundo, diz pesquisa

Image 1.jpg

O brasileiro Michel Temer é considerado o presidente com maior taxa de rejeição do mundo, indicou uma pesquisa do grupo de análise política Eurasia. De acordo com a sondagem, que coletou dados a partir do mês de agosto, Temer detém 3% de aprovação popular, a menor em todo o mundo.

O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, que enfrenta denúncias de corrupção, tem 18%. Já o venezuelano Nicolás Maduro, que trava um confronto político interno com a oposição e cujo país fora sancionado em fóruns internacionais devido à censura e prisão de seus adversários, tem 23% de apoio popular.

A lista dos líderes “mais impopulares” conta ainda com o mexicano Enrique Penã Nieto, com 28% de aprovação; a premier britânica, Theresa May, que possui 31% e conduz o polêmico processo de saída do Reino Unido da União Europeia (UE); o norte-americano Donald Trump, com 37%; e o francês Emmanuel Macron, com 45%, que, apesar de recém-eleito, tem gerado reações internas por seus projetos de reformas.

FONTE:

https://www.msn.com/pt-br/noticias/mundo/temer-%C3%A9-o-presidente-mais-impopular-do-mundo-diz-pesquisa/ar-AAu4lrh?li=AAggXC1&ocid=mailsignout

Moro absolve mulheres de Cunha e Cabral por falta de provas

eduardo-cunha-e-claudia-cordeiro.jpg

Ao absolver a ex-primeira-dama do Rio Adriana Ancelmo dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, o juiz federal Sérgio Moro alegou não haver ‘prova suficiente de autoria ou participação’ da mulher do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB-RJ). O peemedebista, acusado de propina de R$ 2,7 milhões nas obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), da Petrobrás, pegou 14 anos e 2 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

Adriana Ancelmo é a segunda mulher de um político envolvido em crimes investigados pela Operação Lava Jato a ser absolvida por Moro. Em maio, o magistrado livrou Cláudia Cruz, mulher do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) dos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

A jornalista Cláudia Cruz, esposa do deputado cassado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, foi absolvida hoje (25) pelo juiz Sérgio Moro da acusação da prática dos crimes de lavagem de dinheiro e de evasão de divisas no processo que investiga o pagamento de propina oriunda do superfaturamento do contrato entre a Petrobras e a Compagnie Beninoise des Hydrocarbures Sarl para exploração de petróleo no Campo de Benin, na África.

Para Moro, responsável pelos inquéritos da Operação Lava Jato na primeira instância, embora Cláudia Cruz tenha tido comportamento “altamente reprovável” e “negligente” quanto às fontes de rendimento do marido e quanto aos gastos pessoais dela e da família, não há provas de que ela tenha efetivamente praticado os crimes imputados a ela pelo Ministério Público Federal.

FONTE:

http://www.siempre.net.br/depois-de-claudia-cruz-moro-absolve-tambem-mulher-de-cabral/

https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2017/06/13/assim-como-com-mulher-de-cunha-moro-reprova-gastos-de-adriana-ancelmo-e-nao-ve-lavagem.htm

Por que Moro absolveu Adriana Ancelmo

https://www.brasil247.com/pt/247/rio247/301137/Moro-absolve-mulher-de-Cabral-e-n%C3%A3o-v%C3%AA-lavagem-de-dinheiro-em-gastos.htm

http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2017-05/lava-jato-sergio-moro-absolve-esposa-de-eduardo-cunha-por-falta-de-provas

Sérgio Moro afirma que Cunha tentou constranger Temer

Resultado de imagem para sergio moro michel temer

O juiz federal Sergio Moro, criticou, em decisão desta sexta (10), a tentativa do ex-deputado Eduardo Cunha de “constranger e intimidar” o presidente Michel Temer (PMDB) .

Segundo ele, houve uma “reprovável de tentativa de intimidação da Presidência da República”, que demonstra que o ex-parlamentar “prossegue com o mesmo modus operandi de extorsão, ameaça e intimidações”.

Moro fez referência a perguntas encaminhadas por Cunha a Temer, convocado como testemunha de defesa do ex-deputado, no final do ano passado.

O juiz indeferiu parte delas, por entender que não tinham relação com o fato sob julgamento. As questões falavam sobre doações oficiais e em caixa dois, reuniões do peemedebista com fornecedores da Petrobras e a relação com José Yunes, um dos melhores amigos do atual presidente.

“[As perguntas] tinham, em cognição sumária, por motivo óbvio constranger o Exmo. Sr. Presidente da República e provavelmente buscavam com isso provocar alguma espécie intervenção indevida da parte dele em favor do preso”, afirmou Moro, na decisão desta sexta (10).

“Não se pode permitir que o processo judicial seja utilizado para essa finalidade, ou seja, para que parte transmita ameaças, recados ou chantagens a autoridades ou a testemunhas”, disse o magistrado.

A decisão negou o pedido de liberdade feito pela defesa de Cunha, que argumentava que a ação a que ele responde já chega ao fim e que não havia mais motivos para o peemedebista permanecer preso.

FONTE:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/02/1857952-cunha-quis-constranger-e-intimidar-temer-com-perguntas-diz-moro.shtml

Juiz da Lava Jato diz que Cunha tentou intimidar Temer

https://oglobo.globo.com/brasil/moro-afirma-que-cunha-tentou-constranger-intimidar-temer-20907611

https://extra.globo.com/noticias/brasil/moro-afirma-que-cunha-tentou-constranger-intimidar-temer-20907654.html

https://www.brasil247.com/pt/247/parana247/310191/Nassif-acusa-Moro-de-blindar-Temer.htm

Sargento do Exército é preso vendendo armas ao tráfico no Rio

-1451795661.jpg

O sargento do Exército Carlos Alberto de Almeida, de 46 anos, considerado o maior armeiro do tráfico de drogas do Rio de Janeiro, foi preso por policiais da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) na Favela da Coreia, em Senador Camará, Zona Oeste, na noite desta sexta-feira. Outras três pessoas envolvidas na mesma facção criminosa também fora presas com ele: Alexsandro Rodrigues Figueira, de 34 anos; Felipe Rodrigues Fugueira, de 31; e Murilo Barbosa Ludigerio, de 22. As informações foram divulgadas pela Polícia Civil.
O quarteto foi preso em flagrante delito no momento que fabricavam peças de armas de fogo e realizavam a montagem de fuzis que seriam entregues aos chefes do tráfico de drogas de uma das principais facções criminosas do Rio (TCP), com operação na Vila Aliança, Coréia, Vila dos Pinheiros, Parada de Lucas , Serrinha, Dendê e outras da Baixada Fluminense. De acordo com o delegado titular da Desarme, Fabricio Oliveira, cada um colaborava com uma função específica: no torno mecânico, na pintura das armas, na compra de peças, entre outras atividades, mas sempre comandados pelo militar.
– É muito prematuro dar informações precisas sobre a origem de cada arma de fogo, carregadores e munição, além de outras peças. Em um primeiro momento, porém, não há indício de que o sargento tenha desviado esse material do Exército. Ele próprio nega que já tenha feito isso. O trabalho era pegar armamento defeituoso, um fuzil quebrado, e colocar em condições melhores, ou instalar equipamentos novos – afirmou.
Segundo Oliveira, o sargento relatou ainda que o envolvimento dele com o tráfico teve início em um momento que passava por dificuldades financeiras:
– Ele relatou que, após dificuldades financeiras, diz que teria sido vítima de uma saidinha de banco, acabou realizando trabalhos para o tráfico na Vila Aliança há alguns anos. E isso foi se estreitando – contou.
Conhecido também como Soldado, Mauricinho ou Professor, Alemida era lotado na Escola de Sargentos de Logística do Exército Brasileiro (ESSLOG) e, por mais de 25 anos, serviu na reserva de armamento da unidade militar.
As investigações dão conta de que ele trabalhava como armeiro há pelo menos dez anos.
– É um trabalho que se desenvolveu ao longo dos últimos seis meses. Tanto a inteligência do Exército quanto a polícia trabalharam em conjunto para amadurecer e trazer o maior número de informações possível, culminando com a prisão. Esse trabalho conjunto entre forças armadas e polícias é de suma importância. Cresceu no contexto dos grandes eventos e vem aumentando. Estamos colhendo resultados cada vez mais significativos – disse o coronel Cordeiro, comandante do 1° Batalhão de Polícia do Exército.
Segundo Cordeiro, o caso não envolve a participação de outros integrantes do Exército:
– Cada unidade militar tem as suas características, mas as reservas de armamento sofrem inspeções duas vezes ao dia, e não existe registro nenhum de desvio. Tudo indica que não têm origem de unidade militar tanto esses armamentos quanto as peças. Era um militar que utilizava o conhecimento que tinha para prestar esse tipo de serviço a criminosos. E, a princípio, não há relação com nenhum outro integrante do Exército. É um caso isolado.
Durante a operação, os policiais apreenderam vários fuzis e pistolas, além de ferramentas e peças de armas desmontadas. A ação teve apoio de agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e da Inteligência do Exército.
SARGENTO FOI ‘CONTRATADO’ POR ROGÉRIO 157
Na sexta-feira, véspera do início da Guerra na Rocinha, Almeida e seus comparsas montaram uma oficina de armas no interior da favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio, com o objetivo de preparar as armas de Rogério 157 que se preparava para a guerra. O sargento contratado diretamente por Rogério 157 e atuaria pela primeira vez em uma comunidade dominada pela facção Amigos dos Amigos (ADA), em virtude da aliança entre o TCP e a ADA denominada TCA.
– Recentemente, ele teve uma aproximação com a facção Amigos dos Amigos, na Rocinha. Às vésperas dos confrontos recentes, chegou a instalar uma oficina no interior da comunidade a mando de Rogério 157. Porém, logo a guerra se iniciou, e ele não chegou a atuar no local. Levou bancada, ferramentas, mas não operou – detalhou o delegado Fabricio Oliveira, titular da Desarme.

FONTE:
https://extra.globo.com/casos-de-policia/sargento-do-exercito-apontado-como-maior-armeiro-do-trafico-de-drogas-do-rio-preso-21972370.html

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/10/1929073-sargento-do-exercito-suspeito-de-vender-armas-ao-trafico-e-preso-no-rio.shtml?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=compfb

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/10/1929073-sargento-do-exercito-suspeito-de-vender-armas-ao-trafico-e-preso-no-rio.shtml?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=compfb

 

Eduardo Bolsonaro torna-se o 1º político vaiado no Prêmio Congresso em Foco

x.jpg

As vaias começaram tão logo Eduardo começou a se encaminhar ao palco. Ironizando a situação, o deputado arriscou: “Agradeço o apoio dos colaboradores da ala do Psol, ali mais à minha direita”. O gracejo não parece ter surtido efeito, mas o parlamentar conseguiu dar início ao seu discurso. “Eu fui imbuído aqui pelo espírito democrático na abertura da fala do prezado Sylvio – parabéns pela festa, Sylvio, muito bem organizada, de coração – e saúdo, dessa maneira, os militares de 64 por terem impedido a implementação de uma ditadura, em nosso país, de esquerda”, discursou Eduardo, ouvindo o volume das vaias aumentar quase a ponto de abafar sua fala. Mas ele continuou, mesmo em meio aos apupos.

“E, certamente, como todos nós aqui queremos combater a ditadura… como todos nós queremos combater a ditadura, eu me impressiono como é que, nos tempos de hoje, alguns deputados podem ainda apoiar o regime da Venezuela ou o regime da Coreia do Norte. Mas eu não vim aqui para falar disso”, completou, já em meio a vaias generalizadas. Neste momento, o fundador do Congresso em Foco, Sylvio Costa, interferiu para pedir à plateia que deixasse o deputado concluir sua intervenção, acalmando os ânimos por alguns instantes.

Veja o Video:

FONTE:

Eduardo Bolsonaro defende ditadura e é vaiado na entrega do Prêmio Congresso em Foco

 

“Se é ruim com Michel Temer, é pior sem ele “, diz Feliciano

Resultado de imagem para feliciano temer

O deputado federal Marco Feliciano (PSC) concedeu entrevista nesta terça-feira (17) ao programa “Além da Notícia”, da Rádio Jornal Caruaru, no Agreste de Pernambuco, ancorado por Fernando Rodolfo. O pastor abordou temas como religião, política, eleições de 2018, entre outros.

Feliciano afirmou ainda que tem o desejo de concorrer ao Senado, apesar disto, reconhece que é uma disputa difícil. O deputado também afirmou que “é ruim com Michel Temer, mas é pior sem ele”.

Resultado de imagem para feliciano temer

FONTE:

http://noticias.ne10.uol.com.br/interior/agreste/noticia/2017/10/17/e-ruim-com-michel-temer-e-pior-sem-ele-diz-feliciano-720294.php?utm_source=facebook.com&utm_medium=social&utm_campaign=fb-noticias&utm_content=geral

Um dos maiores Jurista argentino classifica condenação de Moro a Lula como ilegítima

Imagem1.jpg

Por Matheus Teixeira

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva juntou em seu recurso contra a condenação no caso do triplex no Guarujá (SP), um parecer do jurista argentino Júlio Meier. De acordo com o documento, não é possível imputar a Lula a propriedade do imóvel pois a própria sentença proferida pelo juiz Sergio Moro reconhece que o bem não está inscrito no nome do político.

Moro condenou Lula por corrupção passiva e ativa e por lavagem de dinheiro. No parecer enviado ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que analisará o recurso, Meier afirma que a condenação recorreu a conjecturas e excluiu o Direito Civil brasileiro para resolver o caso de maneira ilegítimae com grave erro em relação ao direito material.

Além das críticas específicas sobre a sentença, ele também faz considerações sobre o sistema judicial do Brasil. Eventuais perseguições, como a defesa de Lula alega acontecer com Moro, seriam evitadas se o país seguisse exemplos de outras nações: para o jurista, é “inconcebível” que o juiz da instrução, que presidiu o procedimento de investigação, seja o mesmo que julga o mérito da ação penal.

Meier, que foi ministro e presidente do Tribunal Superior de Justiça da de Buenos Aires, acredita que dificilmente um tribunal de Direito internacional reconheceria a condenação contra Lula como legítima. Para ele, não há como concluir que a propriedade de um imóvel foi transferida de uma pessoa para outra apenas com base em relatos de testemunhas, ainda mais se forem considerados depoimentos de outros acusados.

“O domínio do imóvel do caso pertence a uma sociedade (pessoa jurídica) e a sentença tampouco parte de afirmar que o ex-presidente seja um dos sócios ou acionistas dessa sociedade, hipóteses na qual poder-se-ia discutir que o “presente” foi recebido indiretamente. A hipótese, portanto, é também descartável”, afirma Meier.

No parecer solicitado por Cristiano Zanin Martins, advogado de Lula, Meier ressalta que nada cobrou pelo documento. O jurista evitou avaliar provas, mas afirmou ser “assombroso” o fato de imputar o domínio do imóvel a Lula a atitudes da esposa, Marisa Letícia, morta em fevereiro deste ano, como se ambos “fossem um único corpo e alma”.

O jurista classificou de “absurda” a atribuição a Lula do crime de lavagem de dinheiro. Ele classifica a condenação como “incompreensível” e adverte que não houve dinheiro algum envolvido, pois os maiores valores apontados sequer teriam vindo do patrimônio do ex-presidente Lula, mas suportados por quem se reputa ter oferecido a suposta vantagem.

Comprovante de aluguel
Em petição, a defesa de Lula também negou ter entregue cópias falsas de comprovantes de pagamento do aluguel do apartamento ao lado do que o ex-presidente mora. A discussão se dá em outro processo, também sob responsabilidade de Moro. A defesa requer que a entrega dos documentos originais, que já foram incluídos no andamento eletrônico do processo, sejam entregues em audiência formal e com a presença de um perito.  

Clique aqui para ler o parecer.

 

FONTE

https://www.conjur.com.br/2017-out-14/jurista-argentino-classifica-condenacao-lula-ilegitima

Flavio Bolsonaro desmaia durante debate na TV

Ele ameaçou cair quando o apresentador lhe fez uma pergunta e  foi amparado por Jandira Feghali e Carlos Roberto Osorio

Menos de 24 horas após o ocorrido, a página do Facebook “Bolsonaro passando mal por um motivo diferente todo dia” já tinha mais de 4 mil seguidores .

https://www.facebook.com/bolsonaropassandomal/

Curiosamente, em 2014, Flávio Bolsonaro usou o Twitter para debochar da então presidenta Dilma Rousseff em 2014 :

Image 2.jpg

O candidato do PSC à prefeitura do Rio, Flávio Bolsonaro, passou mal durante o segundo bloco do debate na Band, realizado na noite desta quinta-feira. Ele ameaçou cair e foi amparado pelos candidatos Jandira Feghali(PCdoB) e Carlos Roberto Osorio (PSDB).

Na mesma hora, o apresentador do programa chamou intervalo. Bolsonaro foi retirado do palco e colocado numa poltrona da plateia. Algumas pessoas gritavam “médico”. Uma pessoa respondeu: a Jandira é médica.

Pai de Flávio Bolsonaro, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), não deixou a candidata do PCdoB socorrê-lo.

– Fascista, réu por estupro! – reagiu Jandira.

Bolsonaro disse que ela daria “estricnina” para seu filho:

– Você não vai ser estuprada, não. Ela vai dar estricnina para o meu filho – disse Jair Bolsonaro.

O mal-estar de Flávio virou comentário entre a plateia:

– Nunca vi isso – disse uma pessoa da plateia.

Enquanto os dois discutiam, Flávio Bolsonaro era retirado do palco.

O pai tentava animá-lo:

– Tranquilo zero um. Paga umas flexões aí – disse Jair Bolsonaro, enquanto o filho, sentado em uma cadeira da plateia, se recuperava.

Depois de comer um pouco e tomar um suco, o candidato do PSC deixou o local do debate caminhando.

Em nota, Flávio Bolsonaro afirma que foi atendido em um hospital da rede privada e, no início desta madrugada, liberado. O candidato diz que foi vítima de intoxicação alimentar, assim como seus assessores. Também agredeceu a Jandira e Osório “pelos gestos de solidariedade ao socorrê-lo”.

Menos de 24 horas após o ocorrido, a página do Facebook “Bolsonaro passando mal por um motivo diferente todo dia” já tinha mais de 4 mil seguidores na manhã de hoje. É vida que segue.

https://www.facebook.com/bolsonaropassandomal/